A Árvore e o seu zingamocho

€17.00 EUR

Desde sempre que a árvore une a terra e o céu. Desde sempre que a árvore aventa a quem quiser ouvir. Sigam o meu zingamocho, o caminho é para cima, para amanhã, para depois. Olhe-se para um abeto, para um cipreste, para uma araucária e para algumas espécies de pinheiros. Não é óbvio? A árvore é um foguetão natural. Há cinco mil anos que guardiões, escolhidos a dedo, guardam esta evidência. Os antigos gregos sabiam-no. Zeus, deus dos deuses e do carvalho, apesar de pouco pontiagudo, casou com Hera. E o que é que o carvalho fez à hera? Elevou-a ao Olimpo. Hera não resistiu, claro, e trepou. Algumas pessoas parecem adivinhar, sobem a um banco e colocam uma estrela no zingamocho do pinheiro, mas no final é só decoração. Os druidas e o António Variações sabiam, tal como os gnomos, os duendes e algumas espécies de esquilos, que não param de armazenar para a viagem. Os gatos são outros que estão fartos de saber. Nunca os viram, empoleirados num ramo alto, à espera da contagem decrescente? Os bombeiros, que não sabem de nada, lá lançam a escada para salvá-los e fazem a desfeita. A árvore está preparada, 10, 9, 8, largar as raízes, 6, 5, zingamocho à frente, 2, 1... We have lift-off.
A Árvore transforma-se num conjunto de caixas, onde se poderão guardar pequenas surpresas!

Material:
Grés fino banhado manualmente em vidrados translúcidos corado e madeira de tília.

Medidas:
Árvore pequena: Ø75 x 140 cm
Árvore média: Ø110 x 185 cm
Árvore grande: Ø152 x 245 cm



Prazo de entrega:
1-2 semanas (excepto ruptura de stock)

Para entregas internacionais, melhor valor de transporte sob orçamento - por favor contacte-nos para info@paris-sete.com antes de encomendar.
Promoção

Indisponível

Esgotado